Pesquisar este blog

inscreva-se

5 de nov de 2013

Meu sonho de hoje a tarde... - Por Fáfis

Olá meninos e meninas como vão nesta hora da noitinha

(Passei no meu post novamente para dar uma concertada no que escrevi com muitos erros, kkk estava sonolenta na hora que escrevi este post, fiz a postagem as 21:36 e agora são 22:16 hora que arrumei a postagem, dormi das 16 até as 21 horas de tanto sono que tinha, não passo bem a 10 dias devido a garganta super inflamada acompanhada de dores no corpo com febre e que só melhorou agora)
Nossa, andei passando muito mal até ontem, fui ao médico e Graças a Deus estou bem melhor
Hoje a tarde dormi como nunca tinha dormido antes, foi com um banho tomado na alma, acordei muito bem

Mas me lembro de ter sonhado muito com uma tia que não vejo desde 1999, a vi no velório de outra tia, perdemos o contato

Sei (acho) onde ela ainda mora, mas não sei chegar lá, sei a cidade, mas o único telefone que tinha era de uma vizinha que já morreu a muitos anos, então já viu né, sem contato mesmo

Tenho a certidão de óbito de seu marido, mas sei também que eles não eram casados no papel, fica difícil, já tentei aqui, no face, no Orkut e nada, nem dela, que acho que não usa redes sociais e nem do filho dela que só tenho o primeiro nome

Mas...
Voltando no sonho, sonhei ir na casa dela, sonhei com duas casas, a primeira estava abandonada, deixei minhas roupas lá para voltar depois (no sonho), sempre sonho isso, que vou ao mesmo lugar, mesma casa e sempre deixo minhas coisas lá mas nunca volto e fico preocupada de que sabia de que podia entrar lá mas minhas coisas sempre ficam também ( daqui a pouco nos sonhos estou sem roupa, deixo tudo lá e não volto para buscar, rs)

É sempre em um armário, tipo de madeira parecido com um armário onde trabalhei num supermercado e guardava minha bolsa a vinte anos, pode isso, o armário do supermercado, a casa abandonada da minha tia (não é abandonada, sei que é uma casa grande e que acho que minha tia ainda mora lá)

E me vejo no sonho sempre conversando com minha tia em uma segunda casa e no sonho sempre estou a 40 km da primeira casa onde deixo minhas coisas, e por isso acho longe e minhas coisas sempre ficam lá para numa outra oportunidade voltar e pegar tudo de uma vez.
Nessa segunda casa, arrumadinha, bonita, simples, num sofá de 2 lugares com uma linda colcha de crochê em quadradinhos abertos, uma estante de madeira com uma TV antiga preta e só, no canto da sala um vaso com uma planta enorme que vai até o teto e uma cortina na janela pequena mas que pega a parede inteira feita de linha acho branca, a porta da sala é de ferro também branca,
 um corredor, um banheiro pequeno (sempre sonho isso e estou contando aqui porque ainda está fresco na memória), uma cozinha pequena, branca, com cadeiras de pé de ferro grosso pintado de branco, me lembro de estar sentada no encosto da cadeira olhando para o corredor que dá na sala onde o banheiro fica nesse corredor
E digo sempre (em todos os sonhos) que preciso ir embora rápido, é como se eu tivesse passado lá dias e dias, e na hora de ir estou com um monte de coisa na mão (acho que minha casa anda bagunçada, rs), e sempre estou com uma pequena bolsinha que não cabe nada e minha tia me arruma umas sacolas para guardar tudo que tenho, mas sei que ainda falta o que deixei na outra casa dela que fica lá no alto da montanha  e quando conto a ela que deixei lá na outra casa, minhas coisas como roupas, ela chora com saudades de lá (porque lá é onde ela vivia com seu marido ainda vivo e seu filho), mas que nesse momento ela vive só nessa casa com uma menina que (eu Fátima) converso todo sonho mas não vejo o rosto e não sei quem é, mas sinto que é uma conhecida e sinto que é jovem, uns 16 ou 18 anos), mas sei que não é filha dela porque ela só tem um filho único na real
Nesse sonho pego carona com o homem  que entrega jornais a ela toda noite e que conhece o caminho da minha casa e que sabe também que o local onde ficaram minhas roupas fica a 40 km dali e não dá para voltar porque naquele momento chove demais e as ruas estão se alagando, voltamos pra casa num barco porque as ruas já estão cheias de água (esses dias choveu muito por aqui)e sei lá porque tenho que voltar para casa num dia de chuva, com as ruas alagadas, num barco com um cara que nunca vi, que nem conheço, mas que é de extrema confiança dessa minha tia que vejo no sonho e não vejo na real ela desde 1999.
E acordo com o nome da cidade onde estão minhas coisas "Stella Maris" que sei que por aqui é o nome de um Hospital próximo e não a cidade onde fica a casa dela que é outro lugar
Não sei se sonho isso sempre porque é uma tia muito querida e não consegui dizer a ela pessoalmente que minha mãe faleceu a dois anos e sete meses, ... só consegui dizer a uma moça que nem sei a idade e nem o nome, mas sei que era filha da pessoa já falecida que eu tinha o número do telefone que era vizinha e amiga da minha tia, mas o telefone não funciona mais desde então...
Sei lá fica um vazio agora, tão vago...
Se tiverem uma resposta para isso, me mandem em meu e-mail alguma resposta
Beijos e obrigada pela atenção, vou fazer uma jantinha para meu pai