Pesquisar este blog

inscreva-se

12 de mar de 2015

Benefícios do ovo

Olá amores como vão

Iniciei novamente a dieta Dukan, começo hoje, e como na dieta entra ovo cozido, pensei que seria interessante pesquisar um pouco sobre ele

Abaixo fotinha da internet

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/dieta/boa-forma/ovo-beneficios-para-o-corpo-e-saude

Resultado de imagem para ovo

Nem sempre o ovo deteve o título de mocinho. "A gema carrega colesterol e, por isso, o ovo passou muitos anos sendo acusado de elevar os níveis de gordura no sangue", lembra Lia Buschinelli, nutricionista e coordenadora do serviço de nutrição do Instituto Paulista de Cancerologia, em São Paulo. Mas, graças aos estudos científicos realizados nas últimas décadas, esse mal-entendido foi esclarecido e o ovo absolvido.


Resultado de imagem para ovo

Sabe-se, hoje, que a quantidade de colesterol consumida na alimentação influencia muito pouco as taxas dessa gordura no sangue. O mesmo não se pode dizer das gorduras saturadas. Encontradas nas carnes, no leite e derivados integrais, elas são as verdadeiras inimigas da saúde do coração. "A concentração de gorduras totais no ovo é cerca de 5 gramas, sendo apenas 1,5 grama do tipo saturada", afirma a nutricionista Aritiane Ricardo Silva, do Instituto de Prevenção Personalizada, em São Paulo. Ou seja, é um alimento que pode (e merece) ser consumido com frequência.
 
Quantas unidades podem entrar no cardápio? Segundo uma pesquisa realizada na Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos, o consumo de até sete ovos por semana altera muito pouco as taxas de colesterol. Para chegar a esse número, os autores avaliaram 120 mil homens e mulheres saudáveis no período de dez anos. Por medida de prevenção, no entanto, os especialistas ainda recomendam moderação para quem tem colesterol alto. "Para essas pessoas, o consumo máximo deve ser de três ovos por semana", orienta Aritiane.



Resultado de imagem para ovo

Outro ponto positivo que veio à tona recentemente: esse alimento ajuda na perda de peso, de acordo com uma pesquisa do Departamento de Obesidade do Centro de Pesquisa Biomédico da Universidade Pennington, em Louisiana, nos Estados Unidos. Mérito da proteína de boa qualidade. "Formada por aminoácidos essenciais (aqueles que não são produzidos pelo organismo), a proteína do ovo sacia com mais facilidade", explica Daniel Magnoni, cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração (HCor), em São Paulo. Ela ainda torna a digestão mais lenta, atrasando a sensação de fome. Experimente incluir o ovo no café da manhã. 


Resultado de imagem para ovo

Há provas de que, consumido nesse horário, ele deixa você menos voraz ao longo do dia, contribuindo para reduzir o total diário de calorias. Mas não vale ovo frito. Deve ser mexido, pochê ou cozido (nesse formato, ele pode até ser levado para o trabalho ou faculdade num potinho, dentro da bolsa, como opção de lanche). "Comer um ovo no final da tarde ajuda a driblar a vontade de doce, comum nesse horário", afirma Lucia Endriukaite, nutricionista e consultora do Instituto Ovos Brasil. É uma troca vantajosa para quem quer emagrecer, já que a unidade (clara e gema) é magrinha: tem 70 calorias, em média. E você chega no jantar menos faminta.
 Resultado de imagem para ovo


Entrem no link da postagem que coloquei lá em cima que o site é cheio de informações bem bacanas, beijocas